Blog - Artigos

Réplica à contestação novo CPC: Como fazer

Um passo a passo de como fazer uma réplica à contestação.

Avalie-nos e receba de brinde diversas petições!
  • star_rate
  • star_rate
  • star_rate
  • star_rate
  • star_rate
  • 4.7/5
  • 30 votos
Facebook icon
e-mail icon
WhatsApp

 

PASSO A PASSO

COMO FAZER UMA EXCELENTE RÉPLICA À CONTESTAÇAO

 

Nas demandas judiciais costumeiramente somos instados a se manifestar acerca da defesa escrita. Como cediço, nas hipóteses do artigo 350 do novo CPC. É dizer, quando nosso adversário sustenta fato impeditivo, modificativo e extintivo, apresentar, querendo, réplica à contestaçao. Nesse aspecto, vamos aqui deixar algumas sugestões, por meio de um passo a passo.

 

Confira ⇝ neste link ⇜ dezenas de modelos de replica à contestação » 

 

No âmago, não desejamos lhes mostrar como elaborá-la. Afinal de contas, é uma peça sem muita complexidade. Ao invés disso, tão só compartilhar um método que adotamos. Ao longo dos anos tem sido bem eficaz.

 

#1 REPITA O QUE FOI DITO NA PETIÇAO INICIAL

 

Nessa etapa, é salutar que não nos limitemos a apresentar linhas demasiadamente sucintas, sem as ordenar, não raro repetindo o dito na petição inicial. Podemos deixá-la melhor, mais contundente.

 

Antes de tudo, quadra bem exibir todas assertivas dispostas na defesa. Obviamente, aquelas que procuram obstar o resultado da demanda; separando-as por tópicos, numerando-as.

 

Confira abaixo uma mostra disso.

 

PASSO A PASSO Como fazer uma réplica à contestação no novo CPC

 

 

#2 REBATA CADA PONTO – CRIE TÓPICOS

 

Feito isso, dê rumo ao segundo passo: enfatizar e rebater cada ponto exibido.

 

Algo assim:

PASSO A PASSO Como fazer uma réplica à contestação no novo CPC 

#3 INUTILIZE, UM A UM, TODOS ARGUMENTOS

 

Ao atingir o último passo, é o momento de sobrelevar o desfecho. É uma fase primordial, por isso deve ser bastante explorada. 

 

Na sua réplica à contestação se mostre inisivo a cada item. Exiba-os aparentando inutilizar, um a um, os assuntos dispostos na defesa.

 

Com isso, perceba que o colega passa uma ideia que tudo foi rechaçado; aquela nada trouxe a obstar os pedidos formulados na exordial; despontando um arremate fulminante, como se outro caminho não restasse senão a procedência dos pleitos.

 

Confira-se uma ilustração disso:

PASSO A PASSO Como fazer uma réplica à contestação novo CPC

PASSO A PASSO Como fazer uma réplica à contestação no novo CPC 

EM CONCLUSÃO

 

Acreditem, com esta diretriz de uma boa réplica à contestação, melhorará sua observação do que foi abordado pela defesa, nada deixando de rebater; de mais a mais, o colega exortará as ideias, melhor impressionando o julgador, minimizando as chances da defesa.

 

Por hoje, era isso. Ficamos por aqui. Até a próxima dica. 

 

Alberto Bezerra é professor de Prática Forense Penal, Civil e Trabalhista. Advogado atuante desde 1990. Também leciona a disciplina de Direito Bancário. Pós-graduado em Direito Empresarial pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo(PUC/SP). Articulista, palestrante e autor de diversas obras na área do direito, incluindo Prática Forense Bancária, Teses de Defesa na Prática Forense Penal e A Teoria na Prática: Responsabilidade Civil. Fundador do site Petições Online

 

Tópicos do Direito:  réplica à contestação CPC art 350 impugnação à contestação

Faça login com Facebook para comentar